Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

MELGAÇO, DO MONTE À RIBEIRA

História e narrativas duma terra raiana

MELGAÇO, DO MONTE À RIBEIRA

História e narrativas duma terra raiana

O LAGARTO DE LAMAS DE MOURO

08.03.13, melgaçodomonteàribeira
    O LAGARTO DE LAMAS DE MOURO        Em tempos que lá vão, nas imediações da chã de Lamas de Mouro, existia um monstruoso lagarto que afligia toda a população. O enorme réptil postava-se sobranceiro ao caminho que levava à Senhora da Peneda, e todos os que ali passavam eram engolidos pelo seu apetite voraz. Todos os anos, alguns pastores, perdigueiros e romeiros, que por ali passavam com destino ao Santuário da Senhora, eram vítimas do feroz lagarto.    Ora ali perto, (...)

UMA EXCURSÃO A CASTRO LABOREIRO II

07.03.13, melgaçodomonteàribeira
  Alcobaça - Lamas de Mouro        Por fim entrámos na villa, que é como os Crastejos chamam á sua terra, visto que ella o foi algum dia. Ainda que as instituições sociaes mudem, o vulgo, que está afeito á linguagem tradicional, conserva esta longo tempo, em contradicção com os factos.    Apesar da sua rusticidade, Castro-Laboreiro procura acompanhar o progresso: possue algumas lojas de negócio, uma fonte de cantaria, e um Commendador, que é ao mesmo tempo o Professor (...)

MORNING STAR - XOSÉ MIRANDA

07.03.13, melgaçodomonteàribeira
    TOMÁS DAS QUINGOSTAS NA LITERATURA GALEGA          …………………………………………………..    Unha, cantouma, coa música do cantar do arrieiro, Eleuterio Cebey, moinante das vellas familias que teñen a residencia de inverno por Coristanco e Carballo. Está enunciada no vello romanó da ambulância galega e di así …         ‘’Son capitán de gavilla,       teño gharse de baró,       para chorar polos montes       sem cangó (...)

VIAGEM A CASTRO LABOREIRO 1938

07.03.13, melgaçodomonteàribeira
   Castrejas típicas       RECORDAÇÕES DE VIAGEM   CASTRO LABOREIRO   Pelo Dr. Busquets de Aguilar   GAZETA DOS CAMINHOS DE FERRO   Lisboa 16 de Agosto de 1946        O caminho de ferro do Minho termina em Monção. Encontra-se projectado o seu prolongamento até Melgaço pelo plano de 1930, o que se justifica plenamente dada a importância da região, onde se encontra a estância termal do Peso. A camionagem por si só não é suficiente para servir com utilidade a região. (...)

ROTEIRO DA PENEDA

05.03.13, melgaçodomonteàribeira
   Casa florestal - foto by pisaleiras     É difícil, por non dicer imposible, atopar en toda a xeografá galaicoportuguesa, un punto de encontro cun radio de atracción tan amplo coma esta terra. Dende Tui e Valença até Braga e Montalegre, ou mesmo dende Ribadavia e Celanova até Xinzo e Tourem. Calquera coñecedor deste médio limiano-transmontano pode dar fe de tal aseveración. Así foi e vai seguir sendo en anos vindeiros… Sem chegar á bravura de tempos pasados, en que os (...)