Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

MELGAÇO, DO MONTE À RIBEIRA

História e narrativas duma terra raiana

MELGAÇO, DO MONTE À RIBEIRA

História e narrativas duma terra raiana

ERA UMA VEZ...

09.02.19, melgaçodomonteàribeira
  A INÊS NEGRA LENDA DE MELGAÇO Era uma vez…   … Antigamente, havia muitas lutas e batalhas entre Portugueses e Espanhóis, porque ambos queriam ser donos das melhores terras! Numa altura em que Melgaço pertencia a Espanha (Castela), travou-se uma dessas batalhas, em que dentro das muralhas estavam os soldados de Castela, a tentar proteger as terras, e fora das muralhas, os soldados Portugueses, que tentavam reconquistá-las! Apesar de primeiro terem tentado chegar a acordo, para (...)

O LOBO DE CUBALHÃO

10.11.18, melgaçodomonteàribeira
  OS LOBOS   No tempo em que de noite não havia luz em lado nenhum, os lobos vinham com frequência visitar as casas. Nas noites escuras de Inverno, quando certos barulhos circundavam as casas, todos se arrepiavam, pensando no lobo esfomeado. As histórias de pessoas e rebanhos devorados pelos lobos ouviam-se com frequência junto à lareira. Naquele dia o Agostinho tinha ido a Castro Laboreiro com o seu carro de bois. Ganhava a vida carregando feno, vinho ou lenha dos montes. Camiões (...)

1861, A FERA EM FIÃES

06.10.18, melgaçodomonteàribeira
fonte da madalena, fiães   FIÃES     Em 1861 foram devastadas as povoações gallegas de Padrenda, Monte Redondo e Gazgoa, por uma féra, que uns diziam ser lobo, outros tigre, outros javalis, etc. D’alli passou a Portugal e encheu de terror as povoações de Castro Laboreiro e immediatas, fazendo muitas victimas. Só em um dia, matou duas creanças de 11 anos, em Castro Laboreiro, devorando uma e despedaçando outra. Não era raro encontrar aqui um braço, acolá uma perna, além (...)

O DIA DE INÊS NEGRA

18.03.17, melgaçodomonteàribeira
          INÊS NEGRA     Três vivas à Inês Negra brava mulher de Melgaço que venceu a Arrenegada e lhe meteu grande cagaço   Três vivas à Inês Negra que fez descer a terreiro a sua crença valente sem ter armas de guerreiro   Três vivas à Inês Negra que mostrou à Arrenegada a força que tem a alma de uma pátria libertada   Três vivas à Inês Negra neste largo arraial onde se joga em duelo a sorte de Portugal   Três vivas à Inês Negra com o estandarte de Aviz

LENDAS DO VALE DO MINHO

13.02.16, melgaçodomonteàribeira
      O Vale do Minho é um espaço de forte identidade cultural, com características muito próprias e particulares, subjacentes à riqueza do seu património (arqueológico, edificado, gastronómico e etnográfico), e a um tipo de vivência que referencia e cataloga a sua população. Estamos perante uma região detentora de produtos (...)

O COTO DA MOURA

08.03.13, melgaçodomonteàribeira
       Há muitos, muitos anos, no lugar onde hoje existe uma fonte que enche um regato e rega muitos campos, havia uma Moura encantada que todos os dias, ao nascer do sol, saía para estender o seu tesouro no cimo de um penedo, a que chamaram Coto da Moura. Servia este penedo de soalheiro ao tesouro da Moura. Depois de estender o seu tesouro, a moura sentava-se no cimo do penedo e, enquanto cantava, ia penteando os seus belíssimos cabelos louros com um maravilhoso pente de ouro. (...)