Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

MELGAÇO, DO MONTE À RIBEIRA

História e narrativas duma terra raiana

MELGAÇO, DO MONTE À RIBEIRA

História e narrativas duma terra raiana

SANTA MARIA DE CASTRO LABOREIRO

22.12.18, melgaçodomonteàribeira
em 1910 PARÓQUIA DE CASTRO LABOREIRO (SANTA MARIA)   A primeira referência conhecida a esta igreja remonta a 1141, ano em que D. Afonso Henriques coutou o mosteiro de São Salvador de Paderne, em reconhecimento pelo auxílio que lhe prestou a sua abadessa, D. Elvira Serracins, “quando tomavit dominus rex castellum de Laborario”. No catálogo das igrejas situadas ao norte do rio Lima, que o rei D. Dinis mandou organizar em 1320 para a determinação das taxas a pagar, Santa Maria de (...)

CÓNEGOS REGRANTES DE SANTO AGOSTINHO EM PADERNE

02.07.16, melgaçodomonteàribeira
  OS CÓNEGOS REGRANTES DE SANTO AGOSTINHO NO NORTE DE PORTUGAL EM FINAIS DA IDADE MÉDIA: DOS ALVORES DE TREZENTOS À CONGREGAÇÃO DE SANTA CRUZ           AIRES GOMES FERNANDES  S. SALVADOR DE PADERNE   Mosteiro inicialmente beneditino passou para a Ordem dos Cónegos Regrantes de Santo Agostinho pelo menos no primeiro quartel do (...)

MEMÓRIAS PAROQUIAIS

27.06.15, melgaçodomonteàribeira
  Memórias Paroquiais de 1758: uma «gramática» corográfica das terras Publicam-se no presente volume, as Memórias Paroquiais de 1758, relativas às paróquias dos concelhos actualmente integrados no território do Distrito de Viana do Castelo. Dizer da valia destas fontes para o conhecimento da História local (paroquial) e regional portuguesa (provincial) e também da História Nacional é talvez redundante, tendo em vista o que foi dito e escrito na edição das Memórias de (...)

CARTA CONSTITUCIONAL DA MONARCHIA PORTUGUEZA

08.03.13, melgaçodomonteàribeira
    O INDEPENDENTE.     N.º  16.       QUARTA  FEIRA   12  DE  DEZEMBRO  DE  1821.  100 réis     ARTIGOS DE OFFICIO.      Sendo presente a Sua Magestade em contas do Juiz de Fóra e da camara de Melgaço não serem sufficientes as repetidas praticas dos respectivos Parochos aos póvos de Melgaço, do Couto de Fiaens e aos do concelho de Castro Laboreiro, póvos sim mui obedientes, e sinceros, mas indispensavel intimar-lhes, e persuadi-los dos resultantes bens da (...)

A IGREJA PERSEGUIDA NA 1ª REPÚBLICA

08.03.13, melgaçodomonteàribeira
   Gaspar Vaz-Guedes     CORRESPONDÊNCIA ENTRE GASPAR VAZ-GUEDES E       RAIMUNDO MEIRA        Meu excelentíssimo amigo      Recebi a sua carta com os documentos inclusos e apreciei como mereciam o diálogo em verso do Satanaz com o Gaspar Gomes, que não é aliás meu caseiro, e o mais. A questão do arrendamento do passal cifra-se no seguinte: como Vexa sabe as freguesias por aí são muito pequenas e o povo vê-se e deseja-se para pagar aos padres; fiz portanto (...)