Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

MELGAÇO, DO MONTE À RIBEIRA

História e narrativas duma terra raiana

MELGAÇO, DO MONTE À RIBEIRA

História e narrativas duma terra raiana

JUDEUS E MELGAÇO

20.04.19, melgaçodomonteàribeira
porta do carvalho   VIVIENDAS DE JUDÍOS Y CONVERSOS EN GALICIA Y EL NORTE DE PORTUGAL   EMILIO FONSECA MORETÓN   ARQUITECTO POR LA ESCUELA SUPERIOR DE ARQUITECTURA DE MADRID Y ARQUIRECTO DE LA DEPUTACIÓN DE OURENSE. AUTOR DE VARIOS TRABAJOS SOBRE LA CONSERVACIÓN DEL PATRIMONIO, Y DE INVESTIGACIÓN DOBRE LA CIUDAD DE OURENSE.   Melgaço es de antiguo punto estratégico importante de la frontera definida por el río Miño. Preside aún la villa el castillo medieval que mandó (...)

MELGAÇO NO REINADO DE D. AFONSO V

27.10.18, melgaçodomonteàribeira
ponte românica em lamas de mouro   Valença do Minho enviou á assembléa de Lisboa em 1459, entre outros capitulos, este que é curioso sob varios aspectos. Havia n’esta villa, diz o capitulo, bom trafego do sal que aqui importavam d’Aveiro, e vendiam aos Gallegos que vinham por elle em bestas de Terra de Lima, «dourões» e d’outros logares de Galliza. Traziam elles á villa sebo, cera, untos, manteiga e muitas outras mercadorias e mantimentos. A maior parte d’esta gente (...)

A RIBEIRA QUE DEIXOU DE SELO

08.09.18, melgaçodomonteàribeira
rio trancoso   A RIBEIRA QUE DEIXOU DE SELO. A FRONTEIRA GALEGO-PORTUGUESA TRAS O GOLPE DE XULLO DE 1936   (…)   No primeiro dos casos, e decir, un fusilamento cun xuicio, ainda que sumarísimo e urxente, documentábase o condeado, e polo tanto, eram mais doado o recoñecemento e a deportación cara Portugal. Cando a morte producíase pola acción dos teóricamente incontrolados, esto non era posible. Recibíronse informacións de morte de traballadores portugueses da vía férrea (...)

ALTO MINHO E GALIZA. ESTUDOS HISTÓRICOS

24.02.18, melgaçodomonteàribeira
    O REITOR DA UNIVERSIDADE DO MINHO   O Professor Doutor José Marques é um académico de referência que desenvolveu a sua carreira na Faculdade de Letras da Universidade do Porto, com extensa obra publicada, reconhecido pelos seus pares nacionais e internacionais e referenciado pelos que tiveram o previlégio de ser seus alunos. Neste contexto, personifica o que nas universidades anglo-saxónicas se designa por scholar at large, pela holística dos seus conhecimentos e pela (...)

O BARQUEIRO DE S. MARCOS

01.07.17, melgaçodomonteàribeira
  JORNAL DE MELGAÇO Nº 1174, DE 8/9/1917     Há dias apareceu por aqui um fulano da Beira que, depois de ter casado com uma mulher de Orense resolveu emigrar para Buenos Aires; uma vez aí trabalhou e economizou de tal maneira que em pouco tempo conseguiu juntar 550 pesos; até aqui bem foi; mas… depois, sente-se doente, vai consultar um médico que lhe diz estar tuberculoso, e por isso tem de recuar imediatamente; o infeliz retira, trazendo consigo o dinheiro que só o acompanha (...)

DE AQUÍ NOM PASSAM - RELATO DE UM CASTREJO

27.05.17, melgaçodomonteàribeira
ribeiro de baixo, castro laboreiro                         A FALA GALEGO-PORTUGUESA DA BAIXA LIMIA E CASTRO LABOREIRO   Integrado no Projecto para a declaraçom de Património da Humanidade da Cultura Imaterial Galego-Portuguesa     I.E.S. AQUIS QUERQUERNIS BANDE – OURENSE   José Manuel Gonçáles Ribeira       OS FUGIDOS   Recolha gravada em 07/05/2003 Sexo: Home Idade: 78 anos Lugar: Ribeiro de Baixo, Castro Laboreiro        - … e entom estuverom …… (...)

MILMANDA E MELGAÇO

06.05.17, melgaçodomonteàribeira
ALCÁZAR DE MILMANDA   (Milmanda – concelho de Celanova)    O castelo foi palco de confrontos entre Pedro I de Castela e Henrique de Trastâmara. Quando faleceu Pedro em Montiel a maior parte da nobreza galega reconheceu como sucessor a Fernando I de Portugal, genro de Pedro I, o qual estabeleceu sua corte neste castelo e realizou uma campanha de ocupação de muitas vilas e cidades do país galego. Um dos senhores, o senhor de Vilardecãs Francisco Feijoo Sotelo, foi protagonista de (...)

MELGAÇO E GALIZA

01.04.17, melgaçodomonteàribeira
  3º DA ESO EN MELGAÇO     Enviado por eladioanxo en Xov, 2009-05-14     Nos passados dias 21 e 22 de Abril o estudantado de 3º da ESO do Don Aurélio e do IES de Curtis visitamos o concello de Melgaço, na outra beira do Minho. A viagem faz parte das actividades organizadas por o Proxectoterra do Colexio Oficial de Arquitectos de Galiza, com o objectivo de dar a conhecer o património e potenciar a sua valorización e cuidado. O Projecto financiou grande parte dos gastos, de tal (...)

OS FORAIS DE MELGAÇO E RIBADÁVIA

25.03.17, melgaçodomonteàribeira
    OS FORAIS ANTIGOS DE MELGAÇO, TERRA DE FRONTEIRA   (…)   Devem ter sido os burgueses de Allariz que manifestaram a Afonso VII a sua preferência pelo modelo sahaguntino, tal como os moradores de Ribadávia se interessarão pelo de Allariz e os de Melgaço pelo de Ribadávia. Convém não esquecer que Ribadávia e Melgaço se situam nas margens do rio Minho, a uma distância relativamente próxima, e estavam ligadas por um caminho que, estabelecidas as proporções, era mais (...)

MELGAÇO EM GUERRA COM O IMPERADOR

15.10.16, melgaçodomonteàribeira
rio trancoso - desconheço a autoria da foto   LA PARADANTA EN LA GUERRA CONTRA NAPOLEÓN    Por: Antonio Troncoso de Castro (1)    La Guerra de Independencia en el Sur de Galicia y Norte de Portugal, desde una perspectiva militar favoreció sensiblemente la organización del ejercito anglo-hispano-portugués que en sucesivas batallas consiguió la (...)