Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

MELGAÇO, DO MONTE À RIBEIRA

História e narrativas duma terra raiana

MELGAÇO, DO MONTE À RIBEIRA

História e narrativas duma terra raiana

O CONDE DE REGALADOS

16.12.17, melgaçodomonteàribeira
  festas da cultura, anos 80, séc. XX                            O CONDE DE REGALADOS     Entraram no senhorio de Valladares os Abreus, senhor da casa, torre e couto de Abreu, em Merufe, alcaide-mór de Lapella, Melgaço e Castro Laboreiro, em tempos de D. Pedro I e de seu filho Fernando I. Nas guerras que houve entre Portugal e Castella (por causa das pertenções de D. João I de Castella, com fundamento de ter casado com D. Beatriz, filha de D. Leonor Telles de (...)

FILIPA DE LENCASTRE

28.11.15, melgaçodomonteàribeira
    MELGAÇO, 3 DE MARÇO DE 1388   Ricardo, o escudeiro do rei, estava à porta do castelo porque D. João lhe ordenara que ficasse ali a ver chegar a rainha e lhe indicasse para onde devia seguir. Os archotes ardiam nas muralhas e em todas as casas rodeadas por elas, e apesar do frio da noite, ouvia-se o canto dos soldados vitoriosos: Melgaço tinha (...)

MELGAÇO, 3 - 3 - 1388

28.10.15, melgaçodomonteàribeira
    CERCO DE MELGAÇO, 1388   Nos inícios de 1388, ainda em janeiro, D. João I partiu para Melgaço, com “huas mil e quinhemtas lamças e muita gemte de pee”, assentando arraial longe da vila. A vila era “cerquada se arrabalde, de bom muro e forte castello” e defendida por uma guarnição de “atee trezemtos homes darmas e outros (...)

SOBRE O MOSTEIRO DE FIÃES I

21.10.15, melgaçodomonteàribeira
Mosteiro de Fiães, desenho de José Pereira em O Minho Pitoresco, 1886     SANTA MARIA DE FIÃES   Igreja do mosteiro com o mesmo nome, classificada como Monumento Nacional desde 1913, como em muitos outros casos as brumas do tempo escondem o seu nascimento. A ausência de dados faz com que se aplique um modelo (...)