Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

MELGAÇO, DO MONTE À RIBEIRA

História e narrativas duma terra raiana

MELGAÇO, DO MONTE À RIBEIRA

História e narrativas duma terra raiana

UM CONCURSO DE CÃES DE CASTRO EM 1971 I

11.05.19, melgaçodomonteàribeira
concurso de 1971   EM CASTRO LABOREIRO TERRA DE EMIGRANTES E CÃES FAMOSOS   Melgaço foi o local de encontro de pessoas de Lisboa, do Porto e de Viana que iria superintender no concurso. Depois de almoçadas, ei-las pela estrada acima, na subida de uma trintena de quilómetros. Quando os juízes e demais comitiva lá chegaram já os concorrentes aguardavam impacientemente a chegada daqueles que iriam ditar a sorte dos seus exemplares. Para os menos avisados no assunto, como o (...)

A HABITAÇÃO CASTREJA DO ANTIGAMENTE

27.04.19, melgaçodomonteàribeira
castro laboreiro   A ESTRUTURA DA HABITAÇÃO TRADICIONAL    Como em todas as sociedades de tecnologia primitiva e onde o meio natural se apresentava muito pouco diversificado quanto a materiais utilizáveis, também na antiga sociedade castreja qualquer das realizações materiais, levadas a cabo pelo homem, trazia impressa a marca do ambiente. Por outro lado, o sentido de equilíbrio que o artesão sempre realiza em toda a sua obra, permitiu também que aqui existisse uma adequação (...)

MELGAÇO, ACÇÃO CULTURAL E RECREATIVA

02.02.19, melgaçodomonteàribeira
fonte termal ACÇÃO CULTURAL E RECREATIVA   A vila possui uma grande herança natural, histórica e cultural marcada pelo Parque Nacional Peneda-Gêres e pela recente revitalização do Parque Urbano Rio do Porto, pelos mais variados monumentos de arquitectura religiosa, civil e militar como as pontes romanas que se destacam pela simplicidade e plena integração na natureza (Rocha, 1993). Esta região tem a sua origem no povo castrejo, de raça celta, que habitava as construções (...)

O AMOR DO PADRE ANÍBAL

26.01.19, melgaçodomonteàribeira
distribuição dos dólmens no planalto de castro laboreiro     OS DÓLMENES DE CASTRO LABOREIRO                                                                          Por P. Aníbal Rodrigues Castro Laboreiro, situada na extremidade da Alto Minho, a nascente de Melgaço e a uma altitude de 932 metros, constitui uma região de extraordinária beleza, onde os seus vales amenos, os planaltos extensos e a serra (...)

SANTA MARIA DE CASTRO LABOREIRO

22.12.18, melgaçodomonteàribeira
em 1910 PARÓQUIA DE CASTRO LABOREIRO (SANTA MARIA)   A primeira referência conhecida a esta igreja remonta a 1141, ano em que D. Afonso Henriques coutou o mosteiro de São Salvador de Paderne, em reconhecimento pelo auxílio que lhe prestou a sua abadessa, D. Elvira Serracins, “quando tomavit dominus rex castellum de Laborario”. No catálogo das igrejas situadas ao norte do rio Lima, que o rei D. Dinis mandou organizar em 1320 para a determinação das taxas a pagar, Santa Maria de (...)

CASTELOS DE MELGAÇO, CASTRO LABOREIRO E A RAIA

01.09.18, melgaçodomonteàribeira
castelo de melgaço 1913   FRONTEIRA DO MINHO   A monte de Valença, e em frente à praça espanhola de Salvaterra de Miño, situava-se a posição fortificada de Monção e, a seguir, o último lugar deste rosário de povoações da “borda-Minho”: Melgaço. Aqui, o rio circula apertado entre vertentes abruptas, ficando o lugar no topo da vertente. Ponto estratégico importante desde os princípios da nacionalidade, na antiga estrutura defensiva, que ainda existe mas sofreu várias (...)

ANIVERSÁRIO DO BLOG e O HOMEM E A TERRA

11.11.17, melgaçodomonteàribeira
de MELGAÇO, DO MONTE À RIBEIRA       O PELOURINHO DE CASTRO LABOREIRO   (…) Embora Castro Laboreiro fosse erecta Vila e sede de concelho por foral concedido por D. Afonso III, em 1271, o que correspondia ao direito de pelourinho, o actual monumento, desta antiga Vila, data de 1560, tendo-lhes sido concedido novo foral por D. Manuel I em 1513. Constituído por três degraus, uma base, fuste, gola e capitel, rematado por pequena pirâmide, presidiu aos destinos desta região desde (...)

PONTES ROMANAS E ROMÂNICAS DE CASTRO LABOREIRO

02.09.17, melgaçodomonteàribeira
  Ao escolher este tema para o meu primeiro caderno sobre a história e arte das magníficas Pontes que ligam as margens do rio Laboreiro e seus Afluentes, o meu coração de Castrejo bateu mais apressadamente do que é normal: pois tomei uma tremenda responsabilidade perante os meus conterrâneos, quando resolvi soletrar algumas das mais belas páginas do seu rico património histórico e artístico, cujas folhas, constituídas por duro granito da região, continuam a desafiar o tempo e (...)

S. ROSENDO, D. AFONSO HENRIQUES E O CASTELO DOS MONTES LABOREIRO

03.06.17, melgaçodomonteàribeira
        CASTELO DOS MONTES LABOREIRO José Domingues   O castelo dos Montes Laboreiro ou do Laboreiro (fr. Castro Laboreiro, c. Melgaço) é a segunda fortaleza mais setentrional de Portugal – a primeira é o vizinho castelo de Melgaço (fr. Vila, c. Melgaço). Situa-se em frente do lugar da Vila de Castro Laboreiro, no alto dum cabeço rochoso da cordilheira montanhosa de Entre-Lima e Minho – na época medieval identificada com os Montes Laboreiro, topónimo que ainda perdura do (...)

DE AQUÍ NOM PASSAM - RELATO DE UM CASTREJO

27.05.17, melgaçodomonteàribeira
ribeiro de baixo, castro laboreiro                         A FALA GALEGO-PORTUGUESA DA BAIXA LIMIA E CASTRO LABOREIRO   Integrado no Projecto para a declaraçom de Património da Humanidade da Cultura Imaterial Galego-Portuguesa     I.E.S. AQUIS QUERQUERNIS BANDE – OURENSE   José Manuel Gonçáles Ribeira       OS FUGIDOS   Recolha gravada em 07/05/2003 Sexo: Home Idade: 78 anos Lugar: Ribeiro de Baixo, Castro Laboreiro        - … e entom estuverom …… (...)