Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

MELGAÇO, DO MONTE À RIBEIRA

História e narrativas duma terra raiana

MELGAÇO, DO MONTE À RIBEIRA

História e narrativas duma terra raiana

RETALHOS DE VIDAS

melgaçodomonteàribeira, 16.08.14

 

 

   Sabemos que envelhece melhor quem exercita a memória mantendo uma actividade intelectual contínua. O que nem todos sabemos é que não existem lembranças puras.

   De facto, a memória humana não funciona como a dos computadores e jamais permite recordar o passado exactamente como ele foi.

   Não é possível lembrar nenhuma experiência de maneira pura. Boas ou más, as nossas memórias são sempre reconstruídas. Ao contrário do que imaginamos não existe lembrança perfeita das alegrias, tristezas, angústias, sucessos e fracassos.

   É nesta linha de pensamento que pretendemos realizar esta edição de “Retalhos de Vidas”, para que cada um dos idosos conte, na 1ª pessoa, a sua história de vida ou lembranças que lhe afloram ao pensamento, cantigas, versos, ditos, etc.; para que as recordações dos mais velhos, embora não completamente fiéis, se possam apresentar como factores de construção de novos pensamentos e não apenas repetidores de informações do passado.

   Não pretendemos recordar o passado com exactidão, mas antes estimular a construção de ideias, contribuir para o avivar das memórias já perdidas ou esquecidas e partilhá-las com as gerações vindouras.

   Vale a pena pensarmos neste pequeno gesto como forma de expandir a arte de criar e libertar o pensamento das pessoas com quem trabalhamos e que estão ávidas por partilhar as suas experiências.

   Para eles um bem haja e que continuem a treinar a “memória”.

 

                                                                   

                                                              A equipa do “Melgaço Solidário”

 

 

Retalhos de Vidas

 

Edição Câmara Municipal de Melgaço

 

2002