Sábado, 18 de Novembro de 2017

OS PRESUNTOS DE MELGAÇO

18 b2 - presuntos 1 ano.jpg

 

NOITES DE INSOMNIA, OFFERECIDAS A QUEM NÃO PODE DORMIR

 

 

- Os pobres aceitam, não escolhem – disse Álvaro.

- Mau! – replicou José Maria Guimarães – Mau! Ou bem que somos francos um com o outro, ou não temos nada feito. Eu cá sou assim!

- Então quer v.srª…

- Deixemo-nos de senhorias. Eu sou filho de um almocreve, e neto e bisneto de burriqueiros; e o snr. Álvaro Pacheco é descendente de capitães-mores a quem meus avós traziam presuntos de Melgaço nas suas recovas de machos. Deixemo-nos de senhorias. Vamos à questão. Onde quer a sua casa.

 

de: Camillo Castello Branco

 

Livraria Internacional de Ernesto Chardron

 

Retirado de: http://www.gutenberg.org/files/25114/25114-8.txt

 

 

José Augusto Vieira, em 1886 dizia sobre o Presunto de Melgaço “(…) O Presunto de Melgaço! Que epopeia seria nacessária para descrever-lhe o paladar fino e delicado, o aroma gratíssimo, a cor rosa escarlate, a frescura viçosa da fibra (…) Houvera-o provado Brillat-Savarin (…) e a sua Physiologia do gosto teria hoje de certo o mais soculento e o mais brilhante de todos os seus capítulos! Alimento sólido e forte, puxavante do verde, (…) o Presunto de Melgaço, conhecido em todo o país é por assim dizer a syntese da phisiologia local. Válido, robusto, ágil, com o sangue puro bem oxygenado a estalar-lhe nas bochechas rosadas, o melgacense genuíno destaca-se dos habitantes dos outros concelhos próximos, a ponto de ser entre estes vulgar a phrase de : - Ter a cara do Presunto de Melgaço . quando se  falla de alguem com as boas cores de saúde (…) Mais à frente, quando se referia à freguesia de Fiães dizia “O presunto, aquele magnífico Presunto de Melgaço, cujas deliciosas qualidades te descrevi, leitor amigo, é especialmente curado em Fiães, onde o preparam sem sal, receita talvez d’algum monge epicurista, que a graves lucubrações se entregou para mimosiar o paladar delicado de qualquer D. Abade do mosteiro, ou de alguns dos príncipes ou infantes, que ali estivera de visita”.

 

Melgaço Rural

Associação de Produtores Locais

 


publicado por melgaçodomonteàribeira às 00:24
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 9 seguidores

.Setembro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
12
13
14

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.links

.posts recentes

. PARADA DO MONTE

. DAVID DE CARVALHO

. A RIBEIRA QUE DEIXOU DE S...

. CASTELOS DE MELGAÇO, CAST...

. A GASTRONOMIA MELGACENSE

.pesquisar

 

.tags

. todas as tags

.subscrever feeds