Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

MELGAÇO, DO MONTE À RIBEIRA

História e narrativas duma terra raiana

MELGAÇO, DO MONTE À RIBEIRA

História e narrativas duma terra raiana

SOBRE O MOSTEIRO DE FIÃES II

24.10.15, melgaçodomonteàribeira
os carvalhos de Fiães     Embora reduzido a 2 monges, o seu património, apesar de todas as vicissitudes, parece não ter sido posto em causa: o couto, que coincide com a área da actual freguesia, e todo o seu património fundiário é desarticulado e integrado no novo esquema social e administrativo implantado no país pelo liberalismo, no (...)

SOBRE O MOSTEIRO DE FIÃES I

21.10.15, melgaçodomonteàribeira
Mosteiro de Fiães, desenho de José Pereira em O Minho Pitoresco, 1886     SANTA MARIA DE FIÃES   Igreja do mosteiro com o mesmo nome, classificada como Monumento Nacional desde 1913, como em muitos outros casos as brumas do tempo escondem o seu nascimento. A ausência de dados faz com que se aplique um modelo (...)

MELGAÇO, O SANTO PRETO

09.09.15, melgaçodomonteàribeira
      A CAPELA DE S. BENEDITO   ORIGENS     No bairro da Calçada, subúrbios da vila, em frente da encruzilhada formada pelos caminhos para Fiães e para Eiró, de Rouças, e ainda pela velha estrada romana para Puente Barjas, precisamente no sítio onde esta, mudando de direcção, parece dizer adeus às vetustas muralhas da vila, (...)

AFONSO HENRIQUES E O MOSTEIRO DE PADERNE

08.03.13, melgaçodomonteàribeira
   D. AFONSO HENRIQUES E O ALTO MINHO     DOAÇÕES A INSTITUIÇÕES ECLESIÁSTICAS     A 16 de Abril de 1141, D. Afonso Henriques couta o mosteiro de S. Salvador de Paderne, em recompensa pelo auxílio prestado pela abadessa Elvira Serrazins, quando ele foi tomar o castelo de Castro Laboreiro, auxílio esse materializado em: 10 éguas com seus potros; 30 moios de vinho e um cavalo avaliado em 500 soldos e 100 áureos. Isto significa que terá sido numa das incursões do conde (...)

A GALIZA NO ROMÂNICO EM MELGAÇO

08.03.13, melgaçodomonteàribeira
    A GALIZA NO ROMÂNICO EM MELGAÇO     O estilo românico surge, em Portugal, nos finais do século XI no âmbito de um fenómeno mais vasto de europeização da cultura, que trouxe para a Península Ibérica a reforma monástica clunicense e a liturgia romana. A chegada das Ordens Religiosas de Cluny, Cister, dos Cónegos Regrantes de Santo Agostinho e das Ordens Militares, Templários e Hospitalários, também deve ser enquadrada no processo da Reconquista e da organização do (...)

A PADERNE O QUE É DE PADERNE

08.03.13, melgaçodomonteàribeira
    Acresce ainda que era na banda lateral, norte, conforme nos garantem inscrições funerárias, que estava a ala dos túmulos pelo que esse portal o requeria. (…). Curiosamente, a epígrafe de uma dessas inscrições obituárias respeita a um “R. Garcia, que fez este templo”, falecido em Dezembro de 1255 – tratar-se-á de um dos mestres da obra? A igreja albergava ainda outras estruturas tumulares, algumas das quais, como as duas tampas de sarcófago que se recolhem hoje no (...)

NOSSA SENHORA DA ORADA

08.03.13, melgaçodomonteàribeira
  Capela da Senhora da Orada - Melgaço     NOSSA SENHORA DA ORADA     É Nossa Senhora da Orada, imagem de muita devoção dos povos d’estas redondezas, e desde o dia da Ascensão do Senhor, até á festa do Espirito Santo, aqui vinham em romaria a maior parte das freguezias dos concelhos de Melgaço, Valladares e Monção, offerecem á Senhora o residuo do cirio paschal, levando os seus respectivos parochos e ao menos uma pessoa de cada casa:isto em cumprimento de um antigo voto, (...)

TOCADOR DE AEROFONE EM S. SALVADOR DE PADERNE

08.03.13, melgaçodomonteàribeira
  Convento de Paderne        A Igreja de S. Salvador de Paderne foi sagrada pelo bispo de Tuy em 1130, sendo que o actual edifício foi consagrado em 1264, por D. Egídio, bispo de Tuy, após reconstrução. Fazia parte do conjunto de mosteiros que concediam apoio e segurança aos peregrinos. Inicialmente teve uma ocupação feminina, passando depois para uma comunidade masculina, no século XIII, pelo menos após 1225, para a Ordem dos Cónegos Regrantes de Santo Agostinho.    O (...)

PORMENOR DA CAPELA DA ORADA

08.03.13, melgaçodomonteàribeira
    O JOGRAL DA IGREJA DE NOSSA SENHORA DA ORADA     Situada perto de Melgaço, junto a via de comunicação para Compostela, a igreja de Nossa Senhora da Orada foi um importante centro de devoção na época. A construção actual remonta a meados de sec. XIII e terá seguido modelos disseminados a partir da Sé de Tuy, a quem estava subordinada (Rosas, 1987:49). Nos modilhões encontramos uma interessante variedade de representações, comuns no românico português: motivos (...)

CONVENTO DAS CARVALHIÇAS I

08.03.13, melgaçodomonteàribeira
    OS CONVENTOS CAPUCHOS DA PROVINCIA DA CONCEIÇÃO À LUZ DA ESPIRITUALIDADE FRANCISCANA E DA REGRA CAPUCHA – ANÁLISE   ARQUITECTÓNICA    CONVENTO DA NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO de Melgaço encontra-se bastante bem documentado, sendo possível determinar as datas de execução de praticamente todo o edifício e as reformas que foi sofrendo ao longo do sec. XVIII, resultando em três campanhas de obras perfeitamente definidas, correspondendo à da sua construção, uma (...)