Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

MELGAÇO, DO MONTE À RIBEIRA

História e narrativas duma terra raiana

MELGAÇO, DO MONTE À RIBEIRA

História e narrativas duma terra raiana

MELGAÇO, CÁ E LÁ

melgaçodomonteàribeira, 08.03.13

 

 

   Originou-se de uma aldeia dos índios Arycuru, catequizados pelo Padre António Vieira, da Companhia de Jesus.

   Em 1653, foi construída no local uma igreja sob a direcção dos padres Manuel de Sousa e Mateus Delgado.

   A aldeia ficou sob a responsabilidade da Companhia de Jesus até 1759, quando a lei pombalina os expulsou do Brasil.

   Com a expulsão dos jesuítas, a direcção dos índios passou a ser exercida por um director dos índios.

   Em 1758, a aldeia passou a condição de Vila, dada pelo Capitão Geral do Estado Francisco Xavier de Mendonça Furtado, que a denominou de Melgaço, em homenagem aos imigrantes portugueses, que chegaram de uma localidade de Portugal, chamada Melgaço.

   A partir de 1851, Melgaço, por diversas vezes, teve a extinção e restauração de sua chegada de município. Porém em 29 de Setembro de 1961, através da Lei Estadual nº 2.460, foi criado o novo município de Melgaço.

 

   Retirado do site br. Nova Página 1.

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.